SEMEADORES DA PALAVRA
Você é bem vindo, use o forum para Glória de Deus. Por favor não venda nem comercialize os e-books aqui disponibilizados.
Estamos aqui para servir

SEMEADORES DA PALAVRA

SEMEADORES DA PALAVRA II
 
InícioInício  PortalPortal  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  
AMIGOS

localizar ip
LEMBRETE
Trabalhamos para manter a chama da Palavra de Deus acesa

Fiquem atentos as novas regras.

Ficar ausente do Fórum , por 3 meses,fica sujeito à exclusão automática

ATENÇÃO : VISITE A CAPELA, DEIXE SEU RECADO



DOAÇÃO DE LIVROS: SE JÁ SERVIU PARA VOCÊ ABENÇOE OUTROS IRMÃOS DOE LIVROS PARA DIGITALIZAÇÃO

livros photo livro_tx_001_zps6cbef04d.gif

Quem está conectado
9 usuários online :: Nenhum usuário registrado, Nenhum Invisível e 9 Visitantes :: 1 Motor de busca

Nenhum

O recorde de usuários online foi de 79 em Seg Out 07, 2013 10:23 am
Buscar
 
 

Resultados por:
 
Rechercher Busca avançada
Últimos assuntos
» PEDIDO DE LIVRO
Ontem à(s) 8:10 am por everlanio

» 39 Livros de Watchaman Nee - DOWNLOAD
Qui Abr 20, 2017 5:08 am por mbembe

» Biblia The Word Completa Via Torrent
Sex Mar 31, 2017 4:42 pm por aquila2000

» Torrent Resources Libronix 14.812 livros (quase 50 gigas)
Qui Mar 30, 2017 10:02 pm por gleno

» Quase 6000 Livros Evangelicos
Sex Mar 24, 2017 10:21 pm por Daniel Moura

» 85 Livros de Kenneth Hagin - DOWNLOAD
Sex Mar 24, 2017 4:17 pm por Daniel Moura

» NOVO FORUM PARA DIGITALIZADORES
Dom Mar 19, 2017 10:52 pm por Daniel Moura

» Lição Juvenis Estudo panorâmico de Apocalipse - Marta Doreto de Andrade
Ter Mar 14, 2017 9:58 pm por GERSÉ SERVO

» Curso básico em Teologia em Cd - Ibadep
Ter Fev 14, 2017 10:48 am por genede


Compartilhe | 
 

 A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Escriba Digital
SEMEADOR ILUSTRE
SEMEADOR ILUSTRE
avatar

Data de inscrição : 20/04/2012

MensagemAssunto: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Dom Set 23, 2012 5:15 am


Alguns teólogos defendem a idéia de que a Bíblia não é a Palavra de Deus, mas, sim, que contém as Palavras de Deus. O que os irmão acham, ela é ou contém as Palavras de Deus?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.gospelbook.net
REIS
SEMEADOR FIEL
SEMEADOR FIEL
avatar

Data de inscrição : 20/04/2012

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Dom Set 23, 2012 7:11 am

Jesus Perguntou ao Doutor da Lei que Havia lhe Indagado como Herdar a Vida Eterna : (Lucas 10.26) E ele lhe disse: Que está escrito na lei? Como lês?
Abaixo Coloquei Um Trecho Do Livro A Bíblia Através Dos Séculos.
Veremos o QUE o Mestre Antônio Gilberto Diz Sobre o Assunto :

A Bíblia como o Palavra de Deus

Em resumo, notam-se na Bíblia duas coisas: o Livro e a Mensagem. No capítulo anterior, estudamos a Bíblia como livro; agora a estudaremos como a palavra ou mensagem de Deus. O estudo da Bíblia tem por finalidade precípua o conhecimento de Deus. Isso é visto desde o primeiro versículo dela, do qual se nota que tudo tem o seu centro em Deus. Portanto, a causa motivante de ensinar a Bíblia aos outros deve ser a de levá-los a conhecer a Deus. Se chegarmos a conhecer o Livro e falharmos em conhecer a Deus, erramos no nosso propósito, e também o propósito de Deus por meio do seu Livro seria baldado.
Que as Escrituras são de origem divina é assunto resolvido. Deus, na sua palavra, é testemunha concernente-mente a si mesmo. Quem tem o Espírito de Deus deposita toda a confiança nela como a Palavra de Deus, sem exigir provas nem argumentos. Portanto, sob o ponto de vista legal, a Bíblia não pode estar sujeita a provas e argumentos. Apresentamos algumas provas da Bíblia como a Palavra de Deus, não para crermos que ela é divina, mas porque cremos que ela é divina. É satisfação para nós, crentes na Bíblia, podermos apresentar evidências externas daquilo que cremos internamente, no coração.
O presente século é caracterizado por ceticismo, racionalismo, materialismo e outros "ismos" sem conta. A Bíblia, em meio a tais sistemas, sempre sofre grandes ameaças. Até há pouco tempo, a luta do Diabo visava destruir o próprio Livro, mas vendo que não conseguia isso, mudou de tática e agora procura perverter a mensagem do Livro. Seitas e doutrinas falsas proliferam por toda parte coadjuvadas pelo fanatismo e ignorância prevalecentes em muitos lugares. Nossa crença na Bíblia deve ser convicta, sólida e fundamental; não deve ser jamais um eco ou reflexo dos outros. Se alguém lhe perguntar, leitor: "Por que você crê que a Bíblia é a Palavra de Deus?" - saberá você responder adequadamente? Muitos crentes têm sua crença na Bíblia desde a infância, através dos pais, etc, mas nunca fizeram um estudo profundo e acurado para verificarem a realidade da origem divina da Bíblia. Apresentamos agora algumas provas da origem divina da Bíblia, as quais evidenciam esse Livro como a Palavra de Deus.

I. A INSPIRAÇÃO DIVINA DA BÍBLIA
O que diferencia a Bíblia de todos os demais livros do mundo é a sua inspiração divina (Jó 32.8; 2 Tm 3.16; 2 Pe 1.21). É devido à inspiração divina que ela é chamada a Palavra de Deus. (Ver 2 Timóteo 3.16 no original.) - Que vem a ser "inspiração divina"? - Para melhor compreensão, vejamos primeiro o que é inspiração. No sentido fisio¬lógico, é a inspiração do ar para dentro dos pulmões. É pela inspiração do ar que temos fôlego para falar. Daí o ditado "Falar é fôlego". Quando estamos falando, o ar é expelido dos pulmões: é o que chamamos de expiração. Pois bem, Deus, para falar a sua Palavra através dos escritores da Bíblia, inspirou neles o seu Espírito! Portanto, inspiração divina é a influência sobrenatural do Espírito Santo como um sopro, sobre os escritores da Bíblia, capacitando-os a receber e transmitir a mensagem divina sem mistura de erro.
A própria Bíblia reivindica a si a inspiração de Deus, pois a expressão "Assim diz o Senhor", como carimbo de autenticidade divina, ocorre mais de 2.600 vezes nos seus 66 livros; isso além de outras expressões equivalentes. Foi o Espírito de Deus quem falou através dos escritores. (Ver 2 Crônicas 20.14; 24.20; Ezequiel 11.5). Deus mesmo dá tes-temunho da sua Palavra. (Ver Salmo 78.1; Isaías 51.15,16; Zacarias 7.9,12). Os escritores, por sua vez, evidenciam ter inspiração divina. (Ver 2 Reis 17.13; Neemias 9.30; Mateus 2.15; Atos 1.16; 3.21; 1 Coríntios 2.13; 14.37; Hebreus 1.1; 2 Pedro 3.2.)
Teorias falsas da inspiração da Bíblia
Quanto à inspiração da Bíblia, há várias teorias falsas, que o estudante não deve ignorar. Umas são muito antigas, outras bem recentes, e ainda outras estão surgindo por aí afora. Nalgumas delas, para maior confusão, a verdade vem junto com o erro, e muitos se deixam enganar. Veja¬mos as principais teorias falsas da inspiração da Bíblia.
a. A teoria da inspiração natural, humana, ensina que a Bíblia foi escrita por homens dotados de gênio e força intelectual especiais, como Milton, Sócrates, Shekespeare, Camões, Rui, e inúmeros outros. Isto nega o sobrenatural. É um erro fatal de conseqüências imprevisíveis para a fé. Os escritores da Bíblia reivindicam que era Deus quem fa¬lava através deles (2 Sm 23.2 com At 1.16; Jr 1.9 com Ed 1.1; Ez 3.16,17; At 28.25, etc.)
b. A teoria da inspiração divina comum ensina que a inspiração dos escritores da Bíblia é a mesma que hoje nos vem quando oramos, pregamos, cantamos, ensinamos, an-damos em comunhão com Deus, etc. Isto é errado, porque a inspiração comum que o Espírito nos concede: a) Admite gradação, isto é, o Espírito Santo pode conceder maior co-nhecimento e percepção espiritual ao crente, à medida que este ore, se consagre e procure a santificação, ao passo que a inspiração dos escritores na Bíblia não admite graus. O escritor era ou não era inspirado, b) A inspiração comum pode ser permanente (1 Jo 2.27), ao passo que a dos escri¬tores da Bíblia era temporária. Centenas de vezes encon¬tramos esta expressão dos profetas: "E veio a mim a pala¬vra do Senhor", indicando o momento em que Deus os to¬mava para transmitir a sua mensagem.
c. A teoria da inspiração parcial ensina que algumas partes da Bíblia são inspiradas, outras não; que a Bíblia não é a Palavra de Deus, mas apenas contém a Palavra de Deus. - Se esta teoria fosse verdadeira, estaríamos em grande confusão, por que quem poderia dizer quais as par¬tes inspiradas e quais as não-inspiradas? A própria Bíblia refuta isso em 2 Timóteo 3.16 (ARA). Também em Marcos 7.13, o Senhor aplicou o termo "A Palavra de Deus" a todo o Antigo Testamento. (Quanto ao Novo Testamento, ver João 16.12 e Apocalipse 22.18,19.)
d. A teoria do ditado verbal ensina a inspiração da Bíblia só quanto às palavras, não deixando lugar para a atividade e estilo do escritor, o que é patente em cada livro. Lucas, por exemplo, fez cuidadosa investigação de fatos conhecidos (Lc 1.4). Esta falsa teoria faz dos escritores verdadeiras máquinas, que escreveram sem qualquer no¬ção de mente e raciocínio. Deus não falou pelos escritores como quem fala através de um alto-falante. Deus usou as faculdades mentais deles.
e. A teoria da inspiração das idéias ensina que Deus inspirou as idéias da Bíblia, mas não as suas palavras. Estas ficaram a cargo dos escritores. - Ora, o que é a palavra na definição mais sumária, senão "a expressão do pensamento"? Tente o leitor agora mesmo formar uma idéia sem palavras... Impossível! Uma idéia ou pensamento inspira¬do só pode ser expresso por palavras inspiradas. Ninguém há que possa separar a palavra da idéia. A inspiração da Bíblia não foi somente "pensada"; foi também "falada". (Ver a palavra "falar" em 1 Coríntios 2.13; Hebreus 1.1; 2 Pedro 1.21.) Isto é, as palavras foram também inspiradas (Ap 22.19). Dum modo muito maravilhoso, vemos a inspi¬ração das palavras da Bíblia, não só no emprego da pala¬vra exata, mas também na ordem em que elas são empre-gadas; no original, é claro. Apenas três exemplos: Jó 37.9 e 38.19 (a palavra precisa); 1 Coríntios 6.11 (ordem das pala¬vras no seu emprego).
A teoria correta da inspiração da Bíblia é a chamada Teoria da Inspiração Plenária ou Verbal. Ela ensina que todas as partes da Bíblia são igualmente inspiradas; que os escritores não funcionaram quais máquinas inconscientes; que houve cooperação vital e contínua entre eles e o Espíri¬to de Deus que os capacitava. Afirma que homens santos escreveram a Bíblia com palavras de seu vocabulário, porém sob uma influência tão poderosa do Espírito Santo, que o que eles escreveram foi a Palavra de Deus. Explicar como Deus agiu no homem, isso é difícil! Se, no ser huma¬no, o entrosamento do espírito com o corpo é um mistério inexplicável para os mais sábios, imagine-se o entrosamen¬to do Espírito de Deus com o espírito do homem! Ao acei¬tarmos Jesus como Salvador, aceitamos também a Palavra escrita como a revelação de Deus. Se o aceitamos, aceita¬mos também a sua Palavra. A inspiração plenária cessou ao ser escrito o último livro do Novo Testamento. Depois disso, nem os mesmos escritores, nem qualquer servo de Deus pode ser chamado inspirado no mesmo sentido.
Diferença entre "revelação" e "inspiração" (no tocante à Bíblia)
Revelação é a ação de Deus pela qual Ele dá a conhecer ao escritor coisas desconhecidas, o que o homem, por si só, não podia saber. Exemplos: Daniel 12.8; 1 Pedro 1.10,11. (Quanto à inspiração, já foi dada a sua definição no início deste capítulo.) A inspiração nem sempre implica em revelação. Toda a Bíblia foi inspirada por Deus, mas nem toda ela foi dada por revelação. Lucas, por exemplo, foi inspira¬do a examinar trabalhos já conhecidos e escrever o Evan¬gelho que traz o seu nome. (Ver Lucas 1.1-4). O mesmo se deu com Moisés, que foi inspirado a registrar o que presen¬ciara, como relata o Pentateuco.
Exemplos de partes da Bíblia que foram dadas por revelações:
a. Os primeiros capítulos de Gênesis. Como escreveria Moisés sobre um assunto anterior a si mesmo? Se não foi revelação, deve ter lançado mão de escritores existentes. Há uma antiga tradição hebraica que declara isto.
b. José interpretando os sonhos de Faraó (Gn 40.8; 41.15,16,38,39).
c. Daniel declarando ao rei Nabucodonosor o sonho que este havia esquecido, e em seguida interpretando-o (Dn 2.2-7,19,28-30).
d. Os escritos do apóstolo Paulo. Ora, Paulo não andou com o Senhor Jesus. Ele creu por volta do ano 35 d.C, porém, em suas epístolas, conduz-nos a profundezas de ensino doutrinário sobre a Igreja, inclusive no que tange à es-catologia. Assuntos de primeira grandeza sobre a regeneração, justificação, paracletologia, ressurreição, glorificação, etc, são abordados por ele. - Como teve Paulo conheci¬mento de tudo isso? Ele mesmo no-lo diz em Gálatas 1.11,12 e Efésios 3.3-7: por revelação! Nos seus escritos, há passagens onde essa revelação é bem patente, como em 1 Coríntios 11.23-26, onde ele diz: "Porque eu recebi do Se¬nhor o que também vos ensinei..." Por sua vez, o capítulo 15 de 1 Coríntios, também por ele escrito, é a passagem mais profunda e completa da Bíblia sobre a ressurreição. Diferença entre declarações da Bíblia e registro de declarações
A Bíblia não mente, mas registra mentiras que outros proferiram. Nesses casos, não é a mentira do registro que foi inspirada, e sim o registro da mentira. A Bíblia registra que o insensato diz no seu coração "Não há Deus" (SI 14.1). Esta declaração "Não há Deus" não foi inspirada, mas inspirado foi o seu registro pelo escritor. Outro exem¬plo marcante é o do caso da morte do rei Saul. Este morreu lançando-se sobre sua própria espada (1 Sm 31.4); no entanto, o amalequita que trouxe a notícia de sua morte, mentiu, dizendo que fora ele quem matara Saul (2 Sm 1.6-10). Ora, o que se deu aí foi apenas o registro da declaração do amalequita, mas não significa que a Bíblia minta. Há muitos desses casos que os inimigos da Bíblia aproveitam para desfazer dos santos escritos. A Bíblia registra, inclusi¬ve, declarações de Satanás. Suas declarações não foram inspiradas por Deus, e sim o registro delas. Sansão mentiu mais de uma vez a Dalila; a Bíblia não abona isso, apenas registra o fato (Jz cap. 16). Durante a leitura bíblica, é preciso verificar: quem está falando, para quem está falando, para que tempo está falando, e em que sentido está falando.
O PONTODE VISTA DE ANTÔNIO GILBERTO,DESCRITO ACIMA,É O MESMO QUE EU DEFENDO.A BÍBLIA NÃO CONTÉM A PALAVRA DE DEUS,ELA É A PALAVRA DE DEUS,INERRANTE,ETERNA,INFALÍVEL E DIVINA.

MUITO OBRIGADO MANO ESCRIBA,A PAZ.


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://euvoupraebd.blogspot.com
Esdras digital book's
MODERADOR MASTER
MODERADOR MASTER
avatar

Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Graça e Paz!   Dom Set 23, 2012 1:46 pm

Faço das palavras do mano Reis as minhas!!!


O árbitro maior da fé cristã não é a teologia em si, nem as "visões" dos homens,não importa quem eles sejam, mas sim a Bíblia Sagrada - A palavra de Deus!
Pr. Raimundo de Oliveira.

A Bíblia é a Palavra de Deus e ela dá testemunho de si mesma!

"Para sempre, ó Senhor, a tua palavra está firmada nos céus" Sl 119:89.

"Seca-se a erva, e murcha a flor; mas a palavra de nosso Deus subsiste eternamente" Is 40:8.

"...mas a palavra do Senhor permanece para sempre. E esta é a palavra que vos foi evangelizada" I Pe 1:25

Devemos pregar e crer na divina inspiração da Palavra de Deus, isto é, Inspiração Plenária ou Verbal!

_________________
study Esdras Digital Book's study
Voltar ao Topo Ir em baixo
Escriba Digital
SEMEADOR ILUSTRE
SEMEADOR ILUSTRE
avatar

Data de inscrição : 20/04/2012

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Dom Set 23, 2012 4:58 pm


A grande questão que eles discutem não são textos onde Deus fala de forma clara e objetiva, mas sim em textos como a palavra que disseram para Jesus: “Tens demônio” Jo 7.20, ou o próprio demônio dizendo: “Lança-te daqui a baixo” Mt 4.6; “Tudo isso te darei se prostrado me adorares” Mt 4.9, ou as palavras que disseram para Paulo: “Este homem é uma peste” At 24.5, e muitos outros textos que eles citam para dizer que a Bíblia contém as Palavras de Deus e não é a Palavra de Deus em sua plenitude. O que os irmãos dizem disso?
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.gospelbook.net
Esdras digital book's
MODERADOR MASTER
MODERADOR MASTER
avatar

Data de inscrição : 14/04/2012

MensagemAssunto: Graça e paz!   Dom Set 23, 2012 8:29 pm

Prezado irmão Escriba!

Estes supostos teólogos querem achar "cabelo dentro de ovo" a própria Palavra de Deus diz: "TODA escritura é DIVINAMENTE inspirada" 2 Tm 3:16.

"Toda a Escritura (ou todas as escrituras) é inspirada por Deus e útil." Desta forma, há uma afirmação definitiva de inspiração. Isso pode ser verdade também da segunda maneira, fazendo "inspirada por Deus" descritivo de "cada escritura ", e colocando (é) após kai: ". Toda a Escritura (ou todas as escrituras), inspirado por Deus, também é rentável"
Inspirado de Deus (theopneustos). "Inspirada por Deus."

O apóstolo paulo afirma que TODA a Escritura é inspirada por Deus. A palavra "inspirada" (grego - theopneustos) provém de duas palavras gregas: Theos, que significa "Deus", e pneuo, que significa "respirar". sendo assim, "inspiração" significa "respirado por Deus". Toda Escritura, portanto , é inspirada por Deus; é a propria vida e Palavra de Deus. A Bíblia nas palavras dos seus manuscritos originais, não contém erro, sendo absolutamente verdadeira, fidedigna e infalível. esta verdade permanece inabalável, não somente quando a Bíblia trata da salvação, dos valores éticos,e da moral e também de trechos que supostamente não inspirados que "teólogos sem escrúpulos" (que dizem que não são a palavra de Deus). Ela a Bíblia está isenta de erros em tudo aquilo que ela trata, inclusive a história e o cosmos (veja 2 Pedro 1:20,21 ; sem contar a atitude do salmista para com a Escritura no salmo 119).

Os escritores do Antigo testamentoestavam conscientes de que o que disseram ao povo e o que escreveram é a Palavra de Deus (veja Dt 18:18; 2 Sm 23:2).
Repetidamente os profetas iniciavam suas mensagens com a expressão: Assim diz o Senhor"
Jesus também ensinou que a Escritura é a inspirada Palavra de Deus até em seus mínimos detalhes (Porque em verdade vos digo que, até que o céu e a terra passem, de modo nenhum passará da lei um só i ou um só til, até que tudo seja cumprido. Mateus 5:18). Afirmou também que tudo quanto Ele disse foi recebido da parte do pai e é verdadeiro (Jo 5:19,30,31).

Qualquer doutrina,comentário, interpretação, explicação e tradição deve ser julgado e avaliado pelas palavras e mensagens das Sagradas Escrituras (Dt 13:3).
É sim,sim ou não não, o que passar disso é de procedência maligna!!!!!!!!

Espero ter ajudado!

_________________
study Esdras Digital Book's study
Voltar ao Topo Ir em baixo
presbitero
SEMEADOR FIEL
SEMEADOR FIEL
avatar

Data de inscrição : 20/04/2012

MensagemAssunto: E agora como fica?   Seg Set 24, 2012 9:48 am

Este texto bíblico é a Palavra de Deus ou de satanás?
Jó 2.4,5
4 "Pele por pele! ", respondeu Satanás. "Um homem dará tudo o que tem por sua vida.
5 Estende a tua mão e fere a sua carne e os seus ossos, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. "

Em I Coríntios 7.12, Paulo diz claramente que o que ele está dizendo é sua própria opnião e não Palavras do Senhor ( ou seja, Palavra de Deus).

Veja: Aos outros eu mesmo digo isto, e não o Senhor: se um irmão tem mulher descrente, e ela se dispõe a viver com ele, não se divorcie dela.

O que vcs acham: não deveríamos separar as Palavras de satanás das Palavras de Deus e as palavras de Paulo das Palavras do Senhor?

Conclusão: Em certo sentido as Escrituras são as Palavras de Deus, mas também tem o registro das palavras de Paulo, Pedro, Tiago e até de satanás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Superintendente
SEMEADOR
SEMEADOR


Data de inscrição : 01/07/2012

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Qua Out 03, 2012 3:49 pm

Depois desta explicação do Presbítero a dúvida continua: A Bíblia é a palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?



Voltar ao Topo Ir em baixo
presbitero
SEMEADOR FIEL
SEMEADOR FIEL
avatar

Data de inscrição : 20/04/2012

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Qua Out 03, 2012 4:51 pm

presbitero escreveu:
Este texto bíblico é a Palavra de Deus ou de satanás?
Jó 2.4,5
4 "Pele por pele! ", respondeu Satanás. "Um homem dará tudo o que tem por sua vida.
5 Estende a tua mão e fere a sua carne e os seus ossos, e com certeza ele te amaldiçoará na tua face. "

Em I Coríntios 7.12, Paulo diz claramente que o que ele está dizendo é sua própria opnião e não Palavras do Senhor ( ou seja, Palavra de Deus).

Veja: Aos outros eu mesmo digo isto, e não o Senhor: se um irmão tem mulher descrente, e ela se dispõe a viver com ele, não se divorcie dela.

O que vcs acham: não deveríamos separar as Palavras de satanás das Palavras de Deus e as palavras de Paulo das Palavras do Senhor?

Conclusão: Em certo sentido as Escrituras são as Palavras de Deus, mas também tem o registro das palavras de Paulo, Pedro, Tiago e até de satanás.

O problema amados está na definição de Inspiração em II Tm 3.16.
Ali está dito que toda a Escritura é inspirada por Deus, não está dizendo que toda a Escritura é a Palavra de Deus. O que é Inspiração? Por inspiração entendemos que todos os registros contidos nas Escrituras tiveram a AUTORIZAÇÃO DIVINA PARA SEREM ESCRITOS. A Palavra inspiração não significa que as palavras ditas por satanás ou demônios, ou as instruções erradas dadas pelos ``amigos ´´ de Jó sejam Palavras de Deus. Entendam: Os registros são inspirados por Deus ( Ou seja, foram guiados os Escritores de forma divina em seus escritos). Mas quanto as instruções dos supostos amigos de Jó, elas não servem como regras de fé e conduta, pois o próprio DEus disse que o que eles disseram não era verdadeiro, veja- Jó 42:7 Depois que o Senhor disse essas palavras a Jó, disse também ao Elifaz, de Temã: "Estou indignado com você e com os seus dois amigos, pois vocês não falaram o que é certo a meu respeito, como fez meu servo Jó.
Se o que eles disseram não é correto, como posso considerar as palavras deles como palavra de Deus? Vejam bem, o que foi inspirado foi o registro daquilo que eles disseram, não os conselhos deles dados a Jó. É essa distinção que devemos fazer.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Jb50
SEMEADOR
SEMEADOR
avatar

Data de inscrição : 01/01/2013

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Ter Jan 01, 2013 6:53 pm

Olá, a paz!

A bíblia não é a palavra de Deus, mas contém a palavra de Deus. Assim como contém a palavra dos impios, dos falsos profetas e até de Satanás.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Gamont SJCampos
SEMEADOR
SEMEADOR


Data de inscrição : 22/02/2013

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Sab Fev 23, 2013 6:58 pm

Graça e Paz a Todos!

Digníssimos irmãos

Bom é nos deleitarmos com os mistérios revelados na Poderosa Palavra de Deus (PPD)

Assim temos que, na Bíblia Sagrada;

Deus Pai fala.....Gn.15.1;Ex.7.5;Lv.11.44;Nm.15.41;Dt.5.6; Sl.81.10;Is.43.11
Deus Senhor Espírito Santo fala....At.8.29; At.10.19; Hb.3.7-11
Deus Filho Senhor Jesus fala.....At.9.5,15; Ap.1.8,17; Lc.23.46
Jesus Cristo, homem fala....Mt.5.1-16; Lc.4.4; Jo.3.3;
Satanás fala.....Gn.3.4; Jó.1.9, 2.4; Mt.4.1-6,9
Homens ímpios falam......1Sm.25.3-15
Homens piedosos falam....Jo.3.4; At.10.30
Homens sábios falam.....Ex.18.17-23
Homens loucos falam....Gn.19.4-5; At.12.21-23
Assassinos falam.....Gn.4;8,13-14; Ex.4.23
Demônios falam......1Rs.22.21; Lc.8.30-33; At.16.17
Anjos falam....Gn.19.12-13; At.10.3-7
Almas falam.....Lc.16.22-31; Ap.6-10
Animais falam......Gn. 3.1; Nm.22.28
Místicos falam.....Nm.22.18-24; 1Sm.28.9
Faraós falam....Gn.41.38; Gn.45.17-20; Gn.5.2
Reis falam....Jz.11.13; 1Sm.22.17; 1Rs.1.32
Mendigos falam....Mc.10.46; Jo.9.9
Prostitutas falam.......Js.2.1-6


É importante sabermos que o Verbo falar não faz da Bíblia a Poderosa Palavra de Deus (PPD), mas o registro de todas essas falas e muitas outras, bem como registros de doutrinas e ensinamentos sim. Esses registros milagrosos, mantidos por milhares de anos fazem dela a Majestosa Palavra de Deus.

Então a Bíblia é, e contem a Palavra de Deus.

Contem a Palavra de Deus porque nela estão palavras de vida eterna...Jo.5.39; Jo.17.3; Rm.2.7; Tt.1.2;

É a palavra de Deus porque essas palavras de vida eterna jamais passarão. Jr.1.12; Mt,5.18; Mc.13.31

Deus abençoe a todos em nome do Senhor Jesus Cristo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Kleber
SEMEADOR
SEMEADOR


Data de inscrição : 01/12/2012

MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   Sab Fev 23, 2013 8:01 pm

Queridos irmãos,


a doutrina da inerrância ou infalibilidade das Escrituras afirma que a Bíblia não erra (daí “inerrância”) ou falha. Tudo que ela afirma é verdade, pois o Deus que inspirou a Bíblia não pode mentir (2 Tm 3.16a cf. Tt 1.2).
Cabe ressaltar, porém, uma diferença entre “registro” inspirado e “pessoas” inspiradas. Quando estou falando sobre pessoas inspiradas, estou me referindo aos escritores da Bíblia, aqueles que foram usados pelo Espírito Santo para escrever a Palavra de Deus (2 Pd 1.20, 21). Quando digo “registro” inspirado estou pensando naquilo que foi produzido, escrito, registrado por esses homens inspirados. Ou seja, refiro-me à Bíblia em si, enquanto livro escrito. Por que estou fazendo essa distinção? Porque tudo que os autores bíblicos escreveram, inspirados pelo Espírito, é verdade, mas eles registraram palavras de homens ou espíritos que nem sempre falavam a verdade. Por exemplo, temos na Bíblia as palavras mentirosas de Satanás e dos escribas de Jerusalém (Gn 3.4; Mc 3.22), mas isso não quer dizer que essas palavras eram inspiradas e, portanto, verdadeiras. O registro dessas palavras é que foi inspirado, não as palavras em si, a não ser que o próprio escritor bíblico endossasse tais palavras como verdadeiras, o que nenhum deles fez.
Há outro dado importante que deve ser considerado no que se refere à inerrância da Bíblia. Refiro-me ao fato de que Deus acomodou sua revelação ao conhecimento de que dispunham os povos da Antigüidade. Isso significa que mesmo que o animal descrito no livro de Jonas fosse uma baleia (Jn 1.17), o escritor do livro ainda assim diria que foi um peixe, pois tudo que nadasse, para os povos da Antigüidade, era peixe. É por isso que Moisés escreveu que o morcego é uma ave, quando sabemos hoje que é um mamífero (Lv 11.13, 19). Para Moisés e os seus contemporâneos, tudo que voasse era uma ave e Deus não se preocupou em ficar explicando coisas assim, pois a Bíblia não teve por objetivo uma linguagem acadêmica ou científica, mas sim uma linguagem que fosse entendida pelos seus escritores e leitores originais.
A doutrina da inerrância ou infalibilidade bíblica está baseada principalmente nos seguintes textos: Sl 119.96, 142, 151, 160; Mt 5.18 (note que tudo que a Bíblia ainda profetiza para o futuro se cumprirá sem erro, infalivelmente); Jo 10.35b e 17.17.

Abraço,

Kleber
Voltar ao Topo Ir em baixo
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
A Bíblia é a Palavra de Deus ou contém as Palavras de Deus?
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Imagens Poseidon Anime - Deus dos Mares
» [Imagens] Thanatos Deus da Morte
» [Imagens] Hypnos Deus do Sono
» Imagens Poseidon ROE - Deus dos Mares
» VW New Beetle - O Presente Parte 3....

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
SEMEADORES DA PALAVRA :: ATIVIDADES :: ALIMENTO SÓLIDO-
Ir para: